Como fortalecer os músculos durante a prática de esportes?

Dicas

00Em busca de uma vida saudável e dos momentos de prazer que o esporte proporciona, muitas pessoas têm escolhido uma modalidade para praticar. Natação, jiu-jitsu, tênis, vôlei, basquete, futsal ou qualquer outra. Não importa qual seja a sua escolha, você sempre vai querer ter um bom desempenho. Para que isso aconteça, uma das ações fundamentais é aprender como fortalecer os músculos.

Ter uma musculatura forte garante que dois importantes aspectos que envolvem o esporte estejam presentes durante a sua prática: a força e a potência. Além disso, os músculos fortalecidos contribuem para manter as lesões afastadas, permitindo que você possa se dedicar totalmente ao seu esporte, sem precisar ter períodos de recuperação.

Agora que você conheceu os benefícios de fortalecer os músculos, que tal descobrir como fazer isso? Acompanhe o post e confira as nossas dicas sobre o assunto.

Faça exercícios de musculação

O primeiro passo para fortalecer os músculos é começar um treino de musculação. Para que ele funcione, entretanto, é preciso tomar alguns cuidados. O mais importante é treinar o corpo de forma uniforme, ou seja, não focar apenas em exercícios para determinada musculatura. Lembre-se que durante a prática esportiva o corpo se movimenta em equilíbrio, logo, os membros superiores e inferiores devem ser exercitados da mesma forma.

Outra dica é investir nos exercícios multiarticulares, ou seja, que fortalecem mais de uma articulação ao mesmo tempo. Anote aí os exercícios que não podem ficar de fora do seu treino.

Membros superiores

  • supino;
  • remada;
  • puxada;
  • desenvolvimento.

Membros inferiores

  • agachamento;
  • stiff;
  • passada;
  • levantamento terra.

Periodização do treino

Uma dica importante quando se pensa em treinar musculação para fortalecer os músculos e melhorar o desempenho nos esportes é o cuidado que se deve ter com a periodização adequada.

É preciso estar ciente que para que o músculo possa crescer, e para que se atinja o melhor desempenho esportivo, é necessário oferecer ao corpo o descanso adequado. Se você pratica natação, e fez um treino essencialmente com foco na braçada em um dia, prefira realizar um treinamento de força focado nos músculos inferiores naquele mesmo dia, ou no dia seguinte.

Pense na periodização adequada para que o corpo não entre em fadiga, pois isso poderá comprometer o resultado, além de ser uma das grandes causas de lesões.

Invista nos exercícios aeróbicos

Além da força e da potência, há ainda outros fatores que influenciam no desempenho esportivo: a resistência, a velocidade e a agilidade. Para desenvolver esses aspectos é preciso adicionar ao treino de musculação uma parte aeróbica.

Os exercícios aeróbicos são aqueles que elevam a frequência cardíaca, e proporcionam um alto gasto calórico. Para melhorar a velocidade e a agilidade você pode optar por exercícios que envolvam sprint (corrida de curta distância) e deslocamentos com troca de direção.

Para treinar a resistência o ideal é optar por exercícios que sejam feitos o mais rápido possível em um curto espaço de tempo. No início, quando a resistência ainda está sendo desenvolvida, usa-se tempos menores em exercício e maiores de descanso.

Aos poucos esses tempos devem ser progredidos. Aí vai a dica de uma boa periodização para esse objetivo:

  • 10 segundos de treino por 20 segundos de descanso;
  • 20 segundos de treino por 20 segundos de descanso;
  • 30 segundos de treino por 10 segundos de descanso.

Para fazer essa parte aeróbica do treino é possível adicionar as tarefas que mais agradam e realizá-las na maior velocidade possível. Alguns exemplos de exercícios incluem pular corda, abdominal, burpee, saltos, corda naval, etc.

Realize um bom alongamento

Além de treinar musculação e fazer exercícios que elevem a frequência cardíaca, há outra ação que ajuda muito no fortalecimento muscular: a realização de alongamentos. Eles podem ser feitos depois do treinamento esportivo, da sessão de musculação ou até mesmo em dias separados.

Alongar é muito importante, pois aumenta a flexibilidade. Isso significa que durante o treino de musculação a pessoa conseguirá realizar movimentos com maior amplitude, o que é fundamental para aumentar a força e fortalecer a musculatura.

Além disso, alongar também é importante nas atividades esportivas como a natação, as lutas e os esportes coletivos, pois torna as articulações mais flexíveis, ajudando a evitar lesões.

Cuide da alimentação

Por fim, a nossa última dica para que você aprenda como fortalecer os músculos é cuidar da alimentação. Muitas pessoas não sabem, mas a alimentação tem papel fundamental no desempenho esportivo, na eliminação de massa gorda e no ganho de massa magra.

Muitas vezes, só o treinamento não é suficiente. É preciso ter uma dieta equilibrada e balanceada, repleta de alimentos que contribuam para o fortalecimento muscular. Se você não faz ideia de quais são esses alimentos, calma que já vamos mostrar.

Proteínas

Normalmente quando se pensa em alimentação para fortalecer os músculos, as pessoas pensam em alimentos ricos em proteína. Essa ideia não está errada, já que a proteína auxilia na regeneração da musculatura trabalhada, fazendo com que ela possa continuar sendo treinada de forma segura e saudável.

Anote os alimentos ricos em proteína que não devem ficar de fora do seu cardápio:

  • frango ou aves em geral;
  • ovo;
  • quinoa;
  • linhaça;
  • iogurte (observar se realmente é iogurte e não um composto lácteo);
  • soja;
  • camarão, salmão e peixes em geral;
  • carne vermelha;
  • tofu.

Carboidratos complexos

Os carboidratos precisam ser ingeridos na medida certa, já que eles fornecem energia para que a prática esportiva possa ser realizada com qualidade. Na hora da escolha, deve-se privilegiar sempre os carboidratos complexos que são digeridos de forma lenta pelo organismo, tendo como consequência um aumento de gordura baixo.

Além disso, esse tipo de alimento promove a sensação de saciedade, evitando que se coma novamente em um pequeno espaço de tempo. Alguns alimentos classificados como carboidratos complexos são:

  • macarrão integral;
  • arroz integral;
  • batata doce;
  • grãos como o feijão, a lentilha e o grão de bico;
  • tapioca;
  • amendoim;
  • vegetais como espinafre e brócolis;
  • aveia;
  • ovos.

Praticar esportes, seja de forma competitiva ou por lazer, é tudo de bom! A sensação de prazer após nadar, correr, saltar ou jogar algum jogo é ótima. Hoje aprendemos como fortalecer os músculos e, como vimos, para ter uma performance mais elevada na sua modalidade é essencial cuidar da saúde dos músculos, da flexibilidade e da alimentação. Esses componentes em equilíbrio, com certeza, trarão ótimos resultados.

E então, gostou do post? Agora que você já sabe como fortalecer os músculos que tal continuar informado sobre o assunto? Siga a nossa página em sua rede social de preferência. Estamos no Facebook, Twitter, Instagram e Youtube, não perca nenhum post!

5 campeonatos de natação para você ficar por dentro do esporte

Competições

Você acompanha algum campeonato de natação? Para quem aprecia o esporte, é bastante interessante ficar por dentro das competições para entender como funciona o cenário competitivo. E isso vale tanto se você é um nadador profissional (um atleta) ou um atleta amador, que pratica a natação por lazer.

Como há muitos campeonatos que ocorrem ao redor do país e do mundo, neste artigo listamos e explicamos como funcionam alguns dos mais interessantes. Mergulhe nessa leitura e saiba mais!

1. Natação nos Jogos Paraolímpicos

Natação é um esporte presente nos Jogos Paraolímpicos desde os anos 60, sendo que o o programa atual dessa modalidade tem provas adequadas para nadadores que possuem qualquer tipo de deficiência e cada prova é separada em diferentes classes, de acordo com o nível de comprometimento dos competidores.

Nessa modalidade, não é permitido utilizar próteses ou outros equipamentos que auxiliem o atleta, salvo os denominados tappers, que são usados para tapear levemente as costas dos deficientes visuais quando eles estiverem próximos à borda da piscina.

2. Campeonato Mundial de Esportes Aquáticos

Também conhecido como Campeonato Mundial da FINA, o Campeonato Mundial de Esportes Aquáticos é um dos eventos mais importantes para os praticantes de modalidades esportivas na água, incluindo a natação, o nado sincronizado, o polo aquático e os saltos ornamentais.

O órgão que o organiza é a Federação Internacional de Natação (FINA) e nele é utilizada uma piscina longa, que tem 50 metros. Desde o ano de 2001, ele sempre ocorre no mês de junho, em anos ímpares (2003, 2005, 2007, 2009 e assim por diante) .

3. Campeonato Mundial de Natação da China

Chamado de Campeonato Mundial de Natação em Piscina Curta, ele também é organizado pela FINA. Os competiram nadam em uma piscina curta ou semiolímpica, que são aquelas com 25 metros de comprimento e 20 metros de largura.

A edição de 2018 foi a 14ª e ocorreu na China, quando o Brasil conquistou 2 medalhas de ouro e 6 de bronze. Essa competição ocorre nos anos pares, portanto. a próxima será no ano de 2020 e o local será em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos.

4. Campeonato Brasileiro Infantil de Natação

As competições infantis também são importantes e merecem acompanhamento, pois se tratam de momentos em que as crianças estão ingressando no mundo desportivo e profissional, constituindo a base da natação brasileira.

Também conhecido como Troféu Maurício Bekenn, o campeonato é organizado pela Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA), dura cerca de 4 dias e participam centenas de nadadores de 13 e 14 anos. É importante ressaltar que a disputa poderá influenciar na escolha do time da seleção brasileira juvenil que disputa na competição Sul-Americana.

5. Natação nos Jogos Sul-Americanos

A natação e a natação de águas abertas (que acontece em lagos, rios ou no mar) são duas das modalidades praticadas nos Jogos Sul-Americanos . Como o próprio nome indica, neles participam os países da América do sul e central, porém eles ocorrem a cada 4 anos. A última edição foi em 2018 e próxima será em 2022.

É interessante assistir aos campeonatos para ver o desempenho dos grandes atletas e pegar dicas para praticar do esporte, já que você estará presenciando a performance dos melhores nadadores do Brasil e do mundo.

Se você está começando a natação, leia já nosso artigo que traz as melhores dicas para os iniciantes no esporte!

Como fazer um treino de natação? Conheça os principais exercícios!

Competições, Vida Saudável

A natação é um esporte completo, que exercita o corpo de forma harmônica. Entre outros benefícios, nadar melhora o desempenho esportivo, promove a eliminação de gordura, otimiza a respiração, reduz o risco de doenças crônicas e diminui o estresse. Esses são alguns exemplos de vantagens que tornam a modalidade tão especial. Apesar dos vários pontos positivos, muitas pessoas, principalmente os iniciantes, têm dúvidas sobre como fazer um bom treino de natação.

Se esse é o seu caso, não se preocupe! Criamos este post para ajudar. Nele, mostraremos quais são os principais exercícios que não podem ficar de fora do seu treino de natação, além de dicas importantes para turbinar os treinamentos! Ficou interessado? Então continue acompanhando!

Aprenda como limpar óculos de natação de forma correta

Dicas

Os óculos de natação são um equipamento fundamental para os nadadores, sejam eles profissionais ou amadores. Além de proteger os olhos contra o cloro presente nas piscinas ou o sal do mar, os óculos também melhoram a visão embaixo d’água. Não há como negar a sua importância, mas ninguém gosta de usar óculos de natação embaçados.

Quando estão embaçados ou sujos, os óculos dificultam a visão e, por isso, atrapalham o desempenho dos nadadores. Neste texto nós mostraremos como limpar óculos de natação e explicaremos por que eles embaçam.

Ficou interessado? Então continue com a leitura!

Alimentação para natação: o que não pode faltar na dieta de quem pratica o esporte?

Dicas

Sabemos que um plano alimentar saudável e balanceado é fundamental para manter a saúde e o bem-estar. Afinal, é por meio dele que o organismo obtém todos os nutrientes necessários para funcionar bem. Para atletas isso faz ainda mais sentido. Você sabia, por exemplo, que é preciso cuidar da alimentação para natação?

Pois é isso mesmo! Assim como os outros esportes, essa modalidade exige uma demanda nutricional específica. Por esse motivo é que devemos nos preocupar com o que comemos ao praticá-la. Engana-se quem acha que apenas os treinos devem ser levados em conta.

A dieta ajuda – e muito – a superar os desafios e ter o desempenho cada vez melhor na piscina. Pensando nisso, trouxemos este post, para falar mais sobre o assunto e deixar você pode dentro do que comer para ter uma performance de campeão. Está pronto? Então vamos lá!

6 dicas de como respirar na natação para melhorar o desempenho no esporte

Competições

A natação é uma modalidade esportiva muito completa, que ativa diversas musculaturas durante a sua prática. Por ser um esporte aquático, uma das grandes dúvidas de quem inicia ou está pensando em começar a nadar é como respirar na natação.

Essa ação, que passa despercebida em meio terrestre, é muito diferente quando se está na água. Durante a natação, para que se tenha um bom desempenho, é preciso coordenar a respiração com as braçadas.

Outra questão que envolve a respiração é que o meio líquido é mais denso do que o ar, fazendo com que a musculatura seja muito mais exigida. Sendo assim, em meio aquático, é necessário realizar uma inspiração mais forte.

Esse, então, é um fator essencial para que se tenha um bom desempenho na piscina. Por esse motivo, neste post, vamos mostrar 6 dicas de como respirar na natação para se destacar na modalidade. Ficou curioso? É só continuar acompanhando!

1 2 25