Exercícios de respiração para natação: 3 opções para vários tipos de nado

Dicas

Um bom nadador se preocupa com diversos aspectos do seu nado, como o alongamento, o tempo de treino e a forma correta de respirar. Aliás, alguns exercícios de respiração para natação podem ajudar a melhorar o desempenho no esporte.

Muitas vezes, os praticantes deixam esse aspecto de lado, não acreditando que tal fator pode impactar o desempenho durante o exercício. Conhecer as técnicas e maneiras de melhorá-las, no entanto, traz mais qualidade para a atividade, diminuindo o esforço feito para nadar.

Neste post, vamos apresentar 3 opções de exercícios de respiração para natação e as melhores técnicas para os diferentes estilos de nado. Veja!

1. Exercícios parados na piscina

Um dos primeiros exercícios que devem ser feitos para respirar melhor é utilizando as bordas da piscina. Mesmo parado, o nadador consegue praticar a quantidade de braçadas e pernadas que deseja, alternando com os momentos para respirações, o que é muito útil para a técnica unilateral e bilateral. Para isso, é preciso repetir a ação de rotação do pescoço para o lado contrário ao braço que está fora d’água, ajudando a aumentar a precisão para esse momento.

Na técnica unilateral, como o nome já indica, o nadador respira apenas para um lado. Ela é feita em números pares de braçada, ou seja, a cada duas, quatro ou mais. Essa forma de respirar é a mais utilizada por atletas do estilo crawl, pois com a movimentação constante dos braços, torna-se mais fácil utilizar o lado dominante.

A respiração bilateral também é uma técnica utilizada no nado crawl, sendo considerada por muitos a ideal. Ela consiste no ato de respirar dos dois lados do corpo. Portanto, o respiro acontece sempre em uma braçada ímpar, sejam três ou cinco, por exemplo.

2. Utilização de pranchas

Existem equipamentos de natação, como a prancha, que são muito úteis para a aprendizagem da respiração na piscina. Como ela facilita a flutuação, traz mais segurança para que as pessoas tentem o movimento em deslocamento. Com o auxílio dela, é possível treinar as técnicas unilateral, bilateral e frontal.

A respiração frontal é a técnica utilizada em dois tipos de nado. No borboleta, ela precisa ser rápida, e o queixo mantido na água. A expiração é mais lenta, e acontece assim que a cabeça volta a submergir.

No estilo peito, o atleta respira logo depois que empurra a água com os braços e, assim, consegue projetar a cabeça para fora. A utilização da prancha também é uma boa solução para melhorar as respirações.

3. Aproveitamento dos movimentos

Mesmo com o nariz não estando completamente submerso durante a atividade, é interessante encontrar o melhor ritmo para respirar no nado costas. Um bom método é respirar quando o braço estiver no nível mais alto fora d’água e segurar o ar por quanto tempo for possível. Além disso, você pode fazer movimentos de rotação com a cabeça, como forma de treinamento.

Neste post, mostramos alguns exercícios de respiração para natação que podem ajudar a melhorar o desempenho durante a atividade. Esse é um cuidado importantíssimo para quem deseja intensificar os treinos, pois ajuda a aumentar a velocidade, a resistência e os tempos de nado.

Gostou das dicas? Se sim, aproveite para saber, agora mesmo, como fazer um treino de natação e os melhores exercícios!

Não existem comentários, envie o seu