Roupa para natação: como escolher a correta?

Você Sabia?

A natação é um esporte que, além de fazer bem para a saúde, é muito prazeroso, não é? Mas quando um atleta escolhe começar a praticá-lo, vem a dúvida: como escolher a roupa certa para nadar? De fato, esse é um questionamento muito importante.

Um bom equipamento pode ser diferencial para ter um bom desempenho e um treino mais agradável. A roupa adequada pode trazer mais conforto e melhorar a mobilidade, características essenciais para uma boa prática da natação. Para os nadadores de primeira viagem, ter os instrumentos apropriados é ainda mais importante na execução dos primeiros movimentos.

Há diferenças entre as roupas de treino e os trajes competitivos. Como são feitos para situações distintas, também são pensados e confeccionados de forma especial, cada um com suas peculiaridades. Aprenda agora mesmo a escolher qual tipo de roupa para natação é melhor para você!

Pense no melhor modelo

Roupa de treino

É utilizada no dia a dia, naquelas aulas que você faz ao menos duas vezes por semana, dependendo do seu plano de atividades e da escola onde você treina. Como você ficará por um tempo longo na piscina durante as atividades, o traje de treino é feito com mais resistência ao cloro, para reduzir a possibilidade de danos.

Além disso, é um material de menor elasticidade, já que você não fará movimentos tão bruscos e intensos durante as aulas. Também por causa disso, a roupa de treino costuma ter um tecido mais grosso, sem uma tecnologia específica agregada.

Roupa de competição

Ao contrário da de treino, é feita para suportar movimentos bruscos, rápidos e intensos, sem causar desconforto ao nadador, nem atrapalhar sua mobilidade. Desta forma, os trajes de competição têm grande elasticidade e são feitos de um material mais fino. Além disso algumas tecnologias são desenvolvidas para reduzir o atrito com a água e aumentar a capacidade hidrodinâmica do usuário.

Por outro lado, como o atleta não costuma ficar muito tempo na água durante os torneios — já que o desejado é que se gaste o menor tempo possível na realização de qualquer prova — a roupa competitiva não precisa ter tanta resistência aos químicos.

Agora que você já sabe a diferença entre as roupas de competição e as de treino, é hora de pularmos para o que realmente interessa: a escolha dos trajes. Confira agora quatro dicas de como escolher a roupa para natação.

Escolha um traje com bom tecido

Esse é um aspecto muito importante na decisão de comprar uma roupa de natação. Como dissemos acima, o material do qual a vestimenta é feita tem influência direta na elasticidade que ela apresenta e também na sua resistência ao cloro. Portanto, para treinos, o melhor é escolher uma roupa de poliamida ou com Xtra Life Lycra. Esses materiais são mais resistentes e, apesar de não terem muita elasticidade, são ideais para treinos.

Já se você for um atleta de torneios, duas boas opções são o elastano ou o poliéster. São materiais de bastante elasticidade, que dão mais liberdade, sem te atrapalhar nos movimentos bruscos e intensos. Caso você participe de competições de velocidade, busque por trajes de tecido mais fino e tecnológico. Podem custar mais caro, mas pode crer que valem a pena!

Nem muito grande, nem muito pequeno

Esse aspecto parece menos relevante que os outros, mas é decisivo — isso porque um traje pode te causar desconforto por estar apertado demais, ou até mesmo “escapar” do seu corpo quando for muito grande. As roupas costumam ceder e alargar com o passar do tempo, por causa do uso frequente. Assim, um traje muito largo pode te deixar em uma situação constrangedora em algum momento. Cuidado!

Por outro lado, uma roupa muito apertada pode te causar incômodo e prejudicar sua desenvoltura dentro da água, o que sem dúvida compromete um bom desempenho. Portanto, o aconselhável é escolher uma vestimenta que seja o mais próximo possível da medida do seu corpo. É muito importante provar a roupa antes de comprar.

Cores escuras ou chamativas

Quando se fala em roupas para natação, é importante investir em trajes estampados ou de cores escuras. Eles são mais discretos e evitam que a roupa marque algumas partes do corpo.

Outra dica é usar cores chamativas, principalmente ao nadar em alto-mar. Isso ajuda outras pessoas a te visualizarem com mais facilidade e rapidez na água, evitando acidentes com barcos e lanchas e agilizando o socorro quando necessário.

Roupas térmicas para o frio

Imagine a seguinte situação: chegou o inverno, você não quer parar com as aulas de natação, mas a piscina onde você treina não é aquecida. Dureza, né? Mas há solução para isso: são as roupas térmicas. Claro, são um pouco mais caras, mas fazem toda a diferença na hora de encarar uma piscina fria.

Portanto, vale a pena colocar a mão no bolso para comprar uma roupa térmica. As opções são diversas: desde macacões que cobrem todo o corpo até camisas térmicas, que protegem apenas a parte de cima. Vai da sua resistência ao frio e da sua disponibilidade financeira.

Atenção aos acessórios

São itens muito importantes em um traje de banho, que vão um pouco além da roupa. As toucas, por exemplo, são de grande importância, pois evitam que o seu cabelo fique solto na água e em contato com o cloro, que pode trazer efeitos indesejados.

Os óculos são outro objeto importantíssimo durante as sessões na piscina já que, além de ajudarem você a enxergar melhor debaixo da água, protegem seus olhos do cloro, que pode deixá-los irritados.

Seguindo essas dicas, você agora já sabe escolher uma ótima roupa para natação e vai ter sucesso na prática desse esporte tão prazeroso benéfico à saúde.

E aí? Curtiu o post? Acesse o nosso site e leia mais sobre o mundo da natação. Lá você tem acesso às melhores dicas sobre roupas e outros equipamentos usados nessa atividade. Até o próximo post!

Não existem comentários, envie o seu