Quer saber quais são as regras da natação? Aprenda agora!

Competições

Nadar é uma atividade prazerosa e que traz muitos benefícios para quem a pratica. Assim como em qualquer outro esporte, alguns princípios devem ser seguidos pelos nadadores; por isso, é interessante conhecer as regras da natação.

Elas tratam dos estilos de nado, das diferentes competições e do comportamento dos nadadores. O conhecimento sobre a regulamentação permite um treino diferenciado e facilita o entendimento sobre o esporte.

Neste artigo, vamos falar sobre os benefícios da natação, conhecer as principais regras e a importância da preparação. Acompanhe conosco!

Os benefícios da natação

A natação é conhecida como a atividade física mais completa, trazendo muitos benefícios para a saúde dos praticantes. O nado contribui para melhorar a circulação sanguínea, fortalecer a respiração, diminuir as dores no corpo e definir a musculatura. Além disso, ele também ajuda na prevenção de doenças, como asma e bronquite.

Mas as vantagens não ficam apenas na parte física. As atividades feitas na água ajudam a aliviar o estresse e ainda podem causar sensação de alegria, com a liberação do hormônio responsável por esse sentimento (endorfina).

As principais regras da natação

A natação tem algumas regras que definem os formatos de competição, os estilos de nado e a conduta dos nadadores. É importante entender a regulamentação para não cometer infrações e irregularidades durante o nado. Vamos conhecer as principais regras!

Estilos de nado

A natação é um esporte aquático que pode ser praticado individualmente ou por equipes. O objetivo é sempre ser o primeiro nadador a cobrir uma distância predeterminada. De acordo com as regras da natação, as competições são realizadas em quatro categorias principais. Vamos conhecê-las!

Crawl

É o estilo utilizado nas competições de modalidade livre, já que é o mais veloz. É caracterizado pelo movimento constante dos pés para cima e para baixo, enquanto os braços fazem rotações para frente, revezando entre direito e esquerdo. No nado livre, o nadador não pode se movimentar com o corpo completamente embaixo d’água, ou seja, alguma parte precisa estar sempre do lado de fora.

Peito

Nesse nado, o corpo deve estar paralelo à superfície da água durante toda a prova. As mãos devem ser atiradas juntas para a frente, saindo do peito, e depois trazidas de volta acima ou abaixo da superfície. No impulso de perna, os pés devem ser virados para fora, no movimento para trás, sendo que o movimento de golfinho não é permitido pelas regras.

Parte da cabeça deve sempre estar acima do nível geral da água, exceto na largada e em cada virada, quando o nadador pode dar uma braçada e um impulso de perna inteiramente submerso.

Borboleta

Nesse estilo, os braços fazem o movimento simultaneamente, entram na água no mesmo ponto, na direção dos ombros, e depois são trazidos de volta, sob a água. As regras impedem a movimentação dos braços alternadamente.

Os pés também devem mover-se simultaneamente, sem movimento para fora ou para dentro. Na tomada de impulso, não pode haver movimento alternado dos pés.

Costas

Os competidores devem nadar de costas durante a competição toda. É permitido usar uma virada de cambalhota, mas todo nadador que se ponha na vertical antes de tocar a extremidade da piscina será desclassificado. Também é motivo de desclassificação o nadador que desvirar antes de ter tocado a linha de chegada, com a cabeça ou a mão.

Tipos de competição

As competições podem ser feitas em categorias individuais ou em equipes. Além disso, elas também são divididas de acordo com o estilo do nado. Então, as provas mais comuns são de nado livre, borboleta, peito e costas.

Além dessas, existem os medleys e as provas de revezamento. No medley, o competidor executa os quatro estilos de nado durante a prova, sendo que a distância de cada um deles será igual.

Os revezamentos são as provas por equipes. Elas podem ser de estilo livre ou medley, sendo que, neste caso, cada nadador executa apenas um dos estilos. Um competidor só pode entrar na água quando o outro tocar a borda da piscina.

Piscinas

As piscinas podem ser de dois tamanhos diferentes, sendo que a de 25 metros é chamada de piscina curta, e a de 50 metros, olímpica. Elas precisam ter 2 metros de profundidade, sendo divididas por raias ao longo de todo o comprimento. O espaçamento entre elas costuma ser de 2,5 metros, delimitando o espaço para cada nadador.

Infrações

Algumas atitudes podem levar o nadador à desclassificação. Isso acontece quando ele não respeita as regras de cada estilo de nado, obtendo vantagem em relação aos outros competidores. Veja algumas ações que desclassificam:

  • impedir ou atrapalhar o avanço de outro competidor;
  • manter conduta imprópria, usar linguagem abusiva, tomar alguma ação em desacordo com as regras da natação ou deixar de seguir as orientações;
  • andar no chão da piscina;
  • terminar a competição em uma raia diferente daquela na qual começou;
  • usar qualquer equipamento para auxiliar o desempenho.

Equipamentos e trajes utilizados

Um equipamento de qualidade faz enorme diferença, pois possibilita um melhor desempenho e uma atividade mais agradável. Os homens costumam usar sungas, bermudas e trajes especiais. As mulheres podem usar maiôs fechados ou abertos, macaquinhos ou traje completo.

É importante escolher trajes de acordo com o tamanho da pessoa, sem muita folga e nem muito apertados. Além da roupa, é necessária a utilização de acessórios, como a touca e os óculos, que são essenciais a fim de garantir conforto e proteção. Qualquer equipamento que possa trazer alguma vantagem, como nadadores, é terminantemente proibido.

A importância do preparo para treinar e competir

Conhecendo as principais regras da natação, fica clara a importância do preparo adequado para treinar e competir. Os nadadores precisam conhecer cada peculiaridade do esporte, treinando da maneira correta e respeitando a regulamentação.

Isso permite que os estilos sejam aprendidos, não sendo uma dificuldade manter o nado correto de acordo com a prova disputada. Além disso, o conhecimento da regra facilita a utilização dos pontos fortes de cada nadador, que pode procurar fazer as provas que colocam em evidência seu potencial.

Neste artigo, conhecemos as principais regras da natação e como é importante entender mais sobre sua regulamentação. Existem várias provas e estilos diferentes de nado, sendo fundamental saber como funciona cada um deles, a fim de aprender mais sobre o esporte e treinar de forma adequada.

Gostou deste conteúdo? Então, aproveite para compartilhar o artigo nas redes sociais e permitir que mais pessoas aprendam sobre o tema!

Não existem comentários, envie o seu