Mirim e Petiz: o importante é se divertir

Competições

A postura é de gente grande! Eles são chamados para as provas, sobem no bloco e dão a largada. O detalhe é que eles têm entre 9 e 12 anos, mas voam nas piscinas com suas braçadas ligeiras. Na natação as crianças com 9 e 10 anos competem nas categorias Mirim 1 e 2. Já a garotada com 11 e 12 anos disputa as categorias Petiz 1 e 2.

Algumas pessoas apontam que as competições nestas tenras idades podem abalar o psicológico da criança, que ainda não sabe lidar com as derrotas. Outros especialistas, no entanto, defendem justamente que as competições são essenciais para a aprendizagem, representando um estímulo essencial no processo de formação desportiva. Essa é a opinião de Marcelo Costa, gerente geral da FASC – Federação Aquática de Santa Catarina.

“Esses encontros são fundamentais para que a criança possa aprender a conviver e a interagir com outros atletas, a ter disciplina, a viver em equipe e a não ser individualista. Tudo isso faz parte deste aprendizado”, explica Costa. No entanto, ele faz um alerta. “Os pais são os principais responsáveis pela forma como a criança encara a derrota ou a vitória. Mas, por incrível que pareça, são justamente eles os maiores problemas com os quais lidamos nas competições nestas categorias. Muitos não conseguem encarar que esses eventos são festivais para a garotada aprender a vivenciar as competições, mas de uma forma leve, sem pressão. É essencial que os pais estejam preparados para explicar aos filhos que perder faz parte da competição, assim como a vitória, e que, acima de tudo, as crianças estão ali para se divertir”, finaliza.

Não existem comentários, envie o seu