Fernando Scherer: a paternidade em momentos tão distintos!

Atletas

Eu tenho a alegria de ser pai de duas meninas lindas e que me enchem de orgulho. A Isabella, já com a sua maturidade dos 21 anos e construindo a sua trajetória profissional, e a Brenda, ainda no mundo infantil dos quatro anos. Embora sejam duas experiências que me marcaram e me realizaram, elas aconteceram em momentos totalmente distintos da minha vida.

Da primeira vez eu tinha 20 anos, estava estourando na carreira esportiva, viajando direto, com uma rotina enlouquecedora e não consegui ser um pai presente. É claro que batia o sentimento de culpa por não estar ao lado dela por conta dos múltiplos compromissos que a minha demanda de atleta profissional exigia. No entanto, sei que muitas coisas que posso oferecer hoje para a minha filha são consequências do que plantei no passado e das conquistas que tive enquanto nadador. E ela se tornou uma mulher incrível, com infinitas qualidades, e com quem tenho uma relação forte de amizade.

Já com a Brenda, fruto do meu casamento com a Sheila, foi uma experiência bastante diferente. Foi quando eu realmente exerci a paternidade. Eu já estava em outra fase da vida, aposentado das piscinas, mas com uma carreira consolidada como empresário e com um grau de maturidade muito maior. Eu consigo estar presente em cada momento do seu desenvolvimento, desde o nascimento, passando pelos primeiros passos e palavras, presenciando cada singular etapa deste crescimento.

Ser pai hoje, com mais maturidade e conhecimento, me ajuda a crescer como pessoa e a tentar evoluir ainda mais. Afinal, a paternidade não é apenas dar segurança emocional e financeira. É ajudá-la a crescer sendo uma pessoa íntegra emocionalmente falando. Procuro ver dentro de mim e me conhecer melhor para não passar para a Brenda os meus medos, anseios e desejos.

Quero que ela aprenda a ser feliz e para isso dou todo o suporte emocional. Tento conversar muito e mostrar os pontos de vistas de vários lados, e não impor algo. Aprendo todos os dias com ela o quanto a vida pode ser simples nas pequenas coisas. Você precisa saber se doar, estar presente de corpo e alma em todos os momentos. E sou muito feliz sendo pai de duas meninas lindas e apaixonantes.

Feliz Dia dos Pais!!!

Por Fernando Scherer

Não existem comentários, envie o seu