Quer começar a nadar? Conheça 7 dicas de natação para iniciantes

Dicas

A natação é um esporte completo que traz muitos benefícios para seus praticantes. Algumas dicas de natação para iniciantes ajudam a conseguir a performance desejada e contribuem na busca pela prática de forma adequada e prazerosa.

Mesmo que sua intenção não seja se tornar um atleta profissional, é importante se preocupar em nadar da melhor forma. A natação praticada adequadamente evita lesões e desgaste físico, tirando todo o proveito do exercício.

Neste artigo, falaremos sobre como deve ser a natação, daremos 7 dicas para quem está começando e mostraremos como perder o medo e se jogar na água. Acompanhe a leitura!

A performance na natação

A natação envolve várias partes do corpo, por isso, é necessário prestar atenção em cada uma delas. Para nadar de forma adequada é preciso respeitar os limites do corpo e aprender as técnicas corretas de nado. A variação entre os estilos de nado também é importante para desenvolver habilidades mais específicas.

Nadar não é simplesmente se jogar na água, sair mexendo os braços e batendo as pernas. Existem técnicas que garantem a execução correta dos movimentos e previnem lesões. A melhor maneira de aperfeiçoar a performance é procurando um profissional para acompanhar os treinos e passar as técnicas adequadas.

Com calma e dedicação, é possível melhorar o nado e aprender estilos diferentes. É preciso dar atenção à técnica. Dessa forma, o nadador se torna mais eficiente, gasta menos energia e fica mais rápido. Porém, a velocidade não deve ser o único desejo, ela é importante, mas sem a técnica correta será mais prejudicial do que benéfica.

Fatores externos também interferem na performance, como os trajes usados, as condições da piscina e a alimentação. Assim como nos outros esportes, a excelência só é conquistada com os equipamentos adequados, com a técnica correta e com o esforço do praticante.

7 dicas de natação para iniciantes

1. Alinhe a coluna

A postura é fundamental na natação. Seu nariz deve estar sempre apontado para o fundo da piscina, evitando o olhar para a frente e permitindo que a respiração seja feita de forma bilateral. A postura correta evita lesões e facilita os movimentos necessários, trazendo a técnica correta para o nado.

2. Relaxe

O relaxamento é importante para a natação. Não adianta se afobar e começar a lutar contra a água. Procure relaxar e concentrar suas energias na realização dos movimentos corretos. Os melhores nadadores “deslizam” sobre a água e não estão preocupados com fatores externos, portanto, relaxe o máximo que puder.

3. Procure um local adequado

Para que o início seja eficaz e produtivo, é importante encontrar o lugar adequado, com estrutura apropriada e profissionais capacitados. Se todos esses fatores estiverem presentes, você pode começar a nada sem medo, e a probabilidade de alguma experiência desencorajadora praticamente não existirá.

4. Escolha os equipamentos

Um equipamento de qualidade faz enorme diferença, contribuindo para um melhor desempenho e para uma atividade mais agradável. Busque escolher trajes que sejam ideais para o seu tamanho, nem muito apertados, nem muito grandes. Além da roupa, você precisará de acessórios, como a touca e os óculos, que são essenciais a fim de garantir conforto e proteção.

5. Trabalhe a respiração

A respiração é uma das partes mais exigentes da natação, por isso deve ser bem aprendida. É importante que, no começo, boa parte das aulas sejam dedicadas para melhorar a respiração. Enquanto estiver submerso, a boca deve permanecer fechada, e quando for à superfície, é possível usá-la junto com o nariz para expirar e inspirar, no menor tempo possível.

6. Faça aquecimento e alongamento

Assim como nos demais esportes, o aquecimento e o alongamento fazem parte dos bons hábitos da natação. Eles podem ser praticados tanto fora quanto dentro da piscina e ajudam a evitar lesões. Os alongamentos também são indicados após o término do exercício, com a função de relaxar os músculos e desacelerar.

7. Pratique com regularidade

Nadar só de vez em quando não é uma forma ideal de aprender e aproveitar o exercício. A regularidade é essencial em busca de um bom aprendizado e para garantir os benefícios do esporte. Uma boa frequência é de 2 a 3 vezes por semana. Coloque a natação como um compromisso na sua agenda e se esforce no objetivo de não faltar.

A fórmula para perder o medo e começar a nadar o quanto antes

Todas essas dicas são muito úteis e contribuem para quem está começando, porém, se você tiver medo, elas não serão suficientes na busca pelo objetivo de nadar. Por isso, procure descobrir qual o motivo principal que impede que você comece e pense em maneiras de solucionar esse empecilho.

Começar com tranquilidade é uma boa forma de ir perdendo o medo aos poucos. Você não precisa nadar no mesmo ritmo de campeões e nem mesmo acompanhar a pessoa que está na raia ao lado. Comece com calma e vá evoluindo aos poucos.

Aprender a nadar depois de adulto não é motivo para vergonha, por isso, não se preocupe com a opinião alheia. Os profissionais da área estão acostumados a ensinar e treinar iniciantes, sendo que, em alguns casos, existem turmas específicas para isso. Então, não seja tímido e relaxe, que tudo está dentro da normalidade.

Você pode encontrar algumas dificuldades no início, mas elas fazem parte do aprendizado. O importante é não desistir. Em pouco tempo o progresso será perceptível e você não vai se arrepender de ter se esforçado para aprender a nadar.

Agora, que você já conhece o esporte, já recebeu dicas de natação para iniciantes e sabe o que fazer para perder o medo, é hora de tomar uma decisão e começar a nadar. Seguindo as dicas e tomando todos os cuidados necessários, você conseguirá superar os desafios e virar um nadador. O seu corpo, a sua mente e a sua saúde agradecerão o esforço.

Você gostou das dicas de natação para iniciantes? Então aproveite para conhecer todos os benefícios deste esporte ao ler o nosso artigo!

Afinal, como eliminar a barriga e quais os exercícios indicados?

Vida Saudável

Se você perguntar para as pessoas ao seu redor o que mais as incomoda no corpo, provavelmente vai ouvir que é a barriga. O acúmulo de gordura na região incomoda pela estética e pode afetar a saúde. Essa barriguinha avantajada pode afetar a autoestima e até atrapalhar a vida social, mas ela não precisa ser mais um problema.

Neste texto, vamos explicar como eliminar a barriga de vez e quais são os exercícios mais indicados para isso. Se você está na luta contra a gordura localizada, vem com a gente e boa leitura!

Por que acumulamos gordura na barriga?

Primeiro, vamos entender por que a gordura insiste em acumular na região da barriga. Se você observar as pessoas ao seu redor, vai perceber que algumas engordam só a barriga, enquanto outras engordam de forma mais uniforme — quadril, braços e pernas também.

Essas diferenças ocorrem por questões genéticas e hormonais. As mulheres têm uma tendência maior a engordar de maneira mais uniforme, por causa do hormônio estrogênio. Já os homens tendem a engordar principalmente na região abdominal, por causa do hormônio cortisol, que facilita o acúmulo de gordura nessa região.

É claro que isso não é uma regra, e a genética também influencia onde você acumula mais gordura. Outro ponto interessante é que pessoas que engordam desde a infância tendem a acumular gordura no corpo todo. Quem engorda apenas na idade adulta tende a apenas engordar na região abdominal.

Como eliminar a barriga?

Conhecendo as causas da famigerada barriga, vamos ver por que é importante acabar com ela. Além da questão estética, que incomoda muito, o excesso de gordura na região está associado ao surgimento de doenças como diabetes, hipertensão e problemas no fígado. Para acabar com a barriga de vez, confira as 3 dicas a seguir.

1. Alimentação saudável

Um dos principais pontos para acabar de vez com a barriga é manter uma alimentação saudável. Deixe o refrigerante, álcool, doces e açúcares e alimentos ultraprocessados de lado. Esses alimentos atrapalham o processo de emagrecimento e, dependendo da quantidade, podem até aumentar a barriga.

Procure comer legumes, verduras e frutas nas suas refeições, sempre o mais natural possível. Lembre-se também de beber água. Uma alimentação balanceada é a chave para perder peso de maneira saudável e duradoura.

2. Prática de exercícios

Muita gente acha que abdominais são para perder a barriga, mas, na verdade, eles só fortalecem a musculatura do abdômen. Então, não adianta fazer mil abdominais por dia e achar que vai ficar com um tanquinho. O músculo até vai ficar forte, mas a capa de gordura continua por cima dele.

Faça exercícios para o corpo todo. Intercale exercícios de força e aeróbicos. Você pode fazer musculação, funcional, corrida, natação e muitos outros. Encontre um que você gosta e se movimente!

3. Melhora da postura

Pode parecer bobagem, mas manter a coluna ereta e uma postura correta ajuda a reduzir a aparência da barriga. A quantidade de gordura não vai diminuir, mas a postura vai ajudar a disfarçar o tamanho. Faça um teste no espelho: observe sua barriga com a coluna encurvada e ombros para frente e como ela “diminui” ao ficar com a postura correta.

Agora você já sabe como eliminar a barriga. É importante lembrar que ela não some de um dia para o outro — da mesma forma que ela não apareceu de um dia para o outro. Cuidando da alimentação e fazendo uma atividade física, você vai acabar com o excesso de gordura, melhorando sua aparência e saúde.

Se você gostou das nossas dicas, compartilhe este texto nas suas redes sociais. Assim você ajuda seus amigos que querem eliminar a barriga!