Ano repleto de medalhas, tempos incríveis e muita natação

Atletas

O ano de 2018 foi intenso e repleto de competições, nas quais a Hammerhead foi muito bem representada no Brasil e no mundo por seus nadadores. Faremos um pequeno resumo de algumas das principais conquistas e as perspectivas para os próximos desafios.

Diogo Villarinho

Conhecido pelos seus ótimos resultados em maratonas aquáticas, o goiano teve um grande ano, que começou com a segunda colocação na primeira etapa do Campeonato Brasileiro de Maratonas, em Porto Alegre, e o bronze na disputa dos 1.500m livre no Troféu Maria Lenk. Na Copa do Mundo de Maratonas Aquáticas, conquistou o 3º lugar na etapa de St. Jean, no Canadá e fechou o ano com o bronze nos 800m livre na disputa do Troféu José Finkel.

Djenyfer Arnold

A mais nova atleta Hammerhead teve um ano excelente. Conquistou o bicampeonato brasileiro de aquathlon por antecipação, além de obter dois títulos em etapas da Copa Brasil de Triathlon. Djenyfer também participou dos Jogos Abertos de Santa Catarina, alcançando o ouro nos 400m medley e a prata nos 200m costas.

Fábio Santi


Especialista no nado costas, 2018 foi um ano de adaptação para o nadador, que ajudou a equipe de Americana a conquistar sua primeira medalha em Maria Lenk, com o bronze nos 100m costas. Participou do Mundial Militar, no qual foi prata nos 50m costas e ouro no revezamento 4×100 medley misto.

Gabriel Ogawa

Este ano o nadador teve dois grandes resultados. Na disputa do Troféu Maria Lenk, ajudou o revezamento do Pinheiros a conquistar o ouro nos 4x200m livre. Já no Troféu José Finkel travou uma das disputas mais emocionantes do campeonato e conquistou a medalha de bronze nos 400m medley.

Ítalo Manzine

O velocista da Unisanta teve um ano dourado com a conquista do ouro nos 50m tanto no Mundial Militar de Natação, quanto no sulamericano. Também ajudou o revezamento 4x100m livre do Brasil a alcançar a primeira colocação na competição sulamericana, além de ter faturado a medalha de bronze no revezamento 4x100m misto no Mundial Militar.

Miguel Valente

Nosso fundista teve um grande ano, participando de diversas competições ao redor do mundo e alcançando ótimos resultados. Nas provas de 800 e 1500m, foi prata no Maria Lenk e no José Finkel. Também integrou a delegação brasileira que disputou o Mundial Militar na Rússia e na terra vermelha foi prata nos 400 e 1500m livre. No sulamericano disputado no Peru foi ouro nos 800 e 1500m e prata no 400m livre. Para consagrar um ano tão vitorioso, o nadador bateu suas melhores marcas nos 400m livre (3’51”27) e nos 800m livre (7’56”18), tempos que  havia obtido em 2014 e 2015, respectivamente.

Fernando Scheffer

Um dos destaques da natação brasileira, marcou seu nome entre os grandes nadadores do país nesta temporada. No Maria Lenk, conquistou três medalhas de ouro, dois recorces sulamericanos e a classificação para integrar a equipe brasileira no Pan Pacífico.  Em maio, sagrou-se campeão sulamericano dos 200m livre, em Cochabamba, Bolívia. Em agosto, na disputa do Troféu José Finkel, alcançou o ouro e recorde sulamericano nos 400m livre, cravando, na época, o melhor tempo do mundo no ano. Fechou o campeonato com duas medalhas de prata e uma de bronze, garantindo vaga para o Mundial de Piscina Curta, que será disputado entre os dias 11 e 16 de dezembro, em Hangzhou, na China.

Com tantos resultados positivos, compartilhamos a felicidade dos nossos atletas e nos sentimos orgulhosos de incentivar a natação em todas suas esferas.  Que 2019 seja um ano repleto de medalhas, melhores tempos e, sobretudo, de muita natação para todos.

Texto: Nill Cavalcante, NC Assessoria de Comunicação

Não existem comentários, envie o seu